Etiqueta na igreja

Normas básicas para comporta-se bem diante do Senhor Jesus

 

Vamos à igreja visitar um grande personagem, mas importante que o Presidente da República, mas importante que qualquer artista, mas importante que o Papa. Vamos visitar a Jesus, Deus e o Homem verdadeiro, o nosso Salvador. Daí a importância de unir simplicidade e elegância nessa visita. Logicamente essa visita pode ser num dia de culto, como a Santa Missa, ou simplesmente para cumprimentá-lo em qualquer dia e momento. Abaixo apresentamos algumas normas de uma etiqueta básica e, portanto, simples, mas importante. Além do mais, as coisas simples são bastante elegantes:

1º) Na medida do possível, vá limpo à Casa do Senhor. Não tem nenhum problema se ao terminar uma jornada de trabalho intenso você vá participar da Missa, mas pelo menos tenha esse pequeno detalhe de lavar as mãos, pentear-se, colocar um perfuminho. A limpeza é também boa educação para com aquela pessoa que se sentará perto de você.

2º) É importante utilizar uma roupa limpa (não importa se não é da moda), ainda que simples. Que seja uma roupa decente, pois é possível ser elegante e modesta!

3º) A limpeza mais importante é a interior. Mas nesse caso, não importa, você pode entrar na igreja sujo de pecados e pedir a um sacerdote que o limpe no Sacramento da Confissão: receba o perdão de Deus e fique elegante e charmoso!

4º) Ao entrar na igreja, use a água benta disposta nas igrejas para essa finalidade: molhe os dedos com um pouco da água e faça o sinal do cristão, o sinal da cruz. A água benta lembra o nosso batismo e nos protege das ciladas do demônio.

5º) Procure onde está o Sacrário, indicado por aquela lâmpada vermelha. Dentro dessa caixa dourada ou prateada Ele está aí de verdade, não simbolicamente. Jesus Cristo está com o seu Corpo, Sangue, alma e divindade, realmente, substancialmente. Está Cristo e com ele o Pai e o Espírito Santo. Adore a Deus! Faça uma genuflexão pausada diante de Jesus, que seja uma genuflexão bem feita: dobrando o joelho direito até o chão, sem pressa e sem persignar-se ao mesmo tempo. Cada gesto tem o seu tempo próprio.

6º) Nada de mascar chicletes, olhar para todos os lados, conversar inutilmente. Se você precisar dizer algo a alguém, faça-o em voz baixa por respeito ao Senhor e aos outros que estão rezando e não querem ser incomodados com o seu barulho.

7º) Quando você for participar da Santa Missa (obrigatória aos domingos e dias de festas de guarda), chegue uns minutinhos antes e dedique-se a rezar um pouco para preparar-se para a Santa Missa. De fato, quando vamos visitar a alguém importante, é de má educação deixá-lo esperando ou, pior ainda, chegarmos atrasados. É muito feio também está em sua presença e ficar conversando com a pessoa do lado. Silêncio na igreja!

8º) sente-se quando há que sentar, levante-se quando há que levantar-se, ajoelhe-se quando há que ajoelhar-se. Não destoe! Mas não se esqueça de que na consagração está previsto ajoelhar-se, não ficar de pé. Se outros ficam de pé ou se sentam, não os julgue. Ajoelhe-se! Também antes de comungar, está previsto fazer algum sinal de reverência a Jesus, por exemplo, uma inclinação do corpo.

9º) Na hora de dar a paz, por favor não queira ser a pessoa mais simpática da igreja, basta dar a paz às pessoas que estão mais próximas a você.

10º) Depois de comungar, volte ao seu banco, e dedique-se pelo menos uns 10 minutinhos à oração, à ação de graças. Não tenha pressa: esses minutos são de abundantes graças para você e para todos os seus!

11º) Antes de sair da igreja, não se esqueça de cumprimentar Nossa Senhora em alguma de suas imagens.

12º) Volte sempre e peça o seu anjo da guarda que continue adorando Jesus por você!

  

Pe. Françoá Costa

Posted in Artigo Divulgação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Campo obrigatório